Ave Nocturna



Quando chega a noite, quando cai o último raio de sol, já sei o que me espera: ser ave nocturna. 
Mal se deixa de ver essa luz que faz o mundo girar, o meu coração tende e insiste em parar. Transformo-me em vampira do teu amor feita de sangue dessa saudade, morcego dessa falta do teu corpo. Quem disse que amar era sempre bom? Quem disse que as noites tinham que ser fáceis? Quem disse que adormecer num sonho e acordar num pesadelo de falta era assim? Ninguém e muito menos tu me avisaste que, mal fosse tua, todas as minhas noites se tornariam pesadas e mais escuras, ainda que com a luz de um candeeiro de rua. Quem disse que um telefonema resolvia tudo e te tornava os sonhos mais leves? Enganou-te e enganou-me. Ouvir a tua voz não me rouba a falta do teu abraço, e sabes como eu precisava dele para dormir só de um sono. Devias-me ter avisado que me tornaria nesta ave triste e medonha, neste ser vivo sanguessuga e debilitado. Devias-me ter avisado que eras viciante e que o teu cheiro doce permaneceria na minha cama. Acende-me uma luz, um candeeiro ou sorriso, acende por favor. Acende. 

16 comentários:

  1. todas essas perguntas que tu fazes sao daquelas que nos fazem repensar e ver o outro lado das coisas.
    todas as coisas boas da vida têm um lado mau e nada é perfeito*

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito do texto, principalmente das metáforas que fizeste. Muitas vezes as pessoas empregnam-se em nós de uma forma que nós nem conseguimos perceber ..

    ResponderEliminar
  3. nem me digas nada. é como aquelas coisas que agente vê e tenta agarrar nelas mas o vento leva-as logo para outra direcção.
    obrigada eu :)

    ResponderEliminar
  4. Bolas, das melhores coisas que já li aqui Hapi. Esta lindo, perfeito mesmo. Adorei:')

    ResponderEliminar
  5. estar viva eu considero mais como um estado, dentro do qual temos surpresas, agradáveis ou não. :D

    ResponderEliminar
  6. há alturas em que me revejo neste teu texto... mas não nos últimos tempos!

    ResponderEliminar
  7. o que importa é que as duas valorizamos a vida :D

    ResponderEliminar
  8. perfeito, palavras mágicas que me fazem bem ao ler, visto que agora não consigo escrever. adoro :)

    ResponderEliminar
  9. eu já não escrevo assim como antigamente há muito tempo...não consigo, é como se as palavras não me chegassem e quando escrevo apago tudo. tem andado complicado...logo eu que gostava tanto de escrever :\

    ResponderEliminar

Lovers