Ingenuidade do Optimismo



Eu posso ter esta mania de ver qualquer parte boa em tudo e em todos, talvez para colmatar o que há de mau em mim e posso até iludir-me com as pessoas ao achar que há sempre uma razão válida para o pior delas e que o seu melhor virá sempre ao de cima. Eu sei, não é a posição mais sensata. Sou optimista. 
E, quanto a ti, eles podem não perceber o porquê de seres tu, o porquê de seres o único, o porquê de seres o "eleito", como gostam de te chamar estupidamente. Sim, estupidamente, porque eu não escolhi nada nem ninguém, antes assim fosse, antes eu tivesse essa capacidade de escolher as pessoas consoante o seu mal e o seu bem, ao invés de contrariar o meu famoso "sexto sentido" que toda a gente admira. Mas o porquê de seres tu está na forma como me tratas, está forma como me fazes tolerar e aceitar o que há de mau em ti ao invés de tentar fazer de ti outra pessoa, está forma como me fizeste deixar de sonhar tanto para passar a viver mais (contigo). Como tu beijas, como tu abraças, como tu olhas, como tu te mexes, como tu falas, como tu andas, como tu sorris, para mim. E não, não fui eu que inventei o fogo, e  muito menos a chama, nem fui eu que inventei o mal e o bem, e muito menos te inventei. Não fui eu que fiz, foste tu, dou-te o mérito. Nem sou eu que me voltei a conquistar, nem sou eu que fiz por voltar. Foste tu que não desististe e me resgataste. Por isso, valeu a pena o optimismo, sempre te ensinei alguma coisa. Sempre passei alguma coisa a alguém. 
Não me arrependo, nem um segundo, e por isso não posso admitir que me digam "desiste que vocês nunca vão ficar juntos...". Não gosto de pessimistas, muito menos de falsos sonhadores e desiludidos. Desiludidos são amadores, quem não sabe sonhar e acarretar com as consequências, então que não sonhe. Quem se ilude somos nós, não são os outros que o fazem. Quem não sabe se levantar, que não caia. Quem não sabe lutar, que não lute. E quem se desilude que morra sozinho, sem levar ninguém. Porque aí deixo a ingenuidade do optimismo e relembro que "Para todo o mal há um pior". 

15 comentários:

  1. Podes ter a certeza querida, há sempre um mal pior, mas tudo o que nos acontece faz-nos crescer e aprender. Apenas o estamos a fazer (:

    ResponderEliminar
  2. gostei muito e sim, para todo o mal há um pior (:

    ResponderEliminar
  3. Obrigada e ainda bem que gostaste.
    Eu adorei este post :)

    ResponderEliminar
  4. Não tens que agradecer, meu bem! Sabes disso e também sabes que escreves muito bem (pois era mesmo isso que ia dizer). LOVEYOU

    ResponderEliminar
  5. E acredita que é o melhor caminho minha querida (:

    ResponderEliminar
  6. Também acho que o problema é mesmo idealizarmos minha querida, se não pensassemos tanto e não imaginassemos os momentos nada disto acontecia.

    Acho que precisamos mesmo de nos "deixar levar", nem que seja um bocadinho :b

    ResponderEliminar
  7. Está muito bom *.*
    Quando escreves (tipo este texto). quando falas desse vosso sentimento, pareces outra. É o amor. E não, não estou numa de gozar e dizer "ai o amor, e bláblá". É a verdade. Vocês completam-se, aceitam-se, compreendem-se, respeitam-se, estão juntos! E, a vossa história (daquilo que sei) é muito bonita (; Vocês sim, é amor (;

    P.S: eu não quero dizer que generalizar é mau, só acho que por vezes exageramos (:

    ResponderEliminar

Lovers